A atividade industrial do pais reagiu com crescimento de 1,4% em maio

IBGE

Depois de três meses em queda, a atividade industrial geral do país reagiu com crescimento de 1,4% em maio, com base no mês imediatamente anterior. Na comparação com o mesmo mês do ano anterior o crescimento atingiu 24,0% e no acumulado do ano o crescimento foi de 13,1% considerando o mesmo período do ano passado.

A indústria extrativa cresceu 2,0% em maio com base no mês anterior, cresceu 11,8% em relação ao mesmo mês do ano anterior e cresceu 1,9% no acumulado desse ano, com base no mesmo período do ano passado.

Já a indústria de transformação cresceu 1,2% em maio com base em abril, cresceu 25,8% com base em maio do ano passado e cresceu 14,7% no período acumulado desse ano, em relação ao mesmo período do ano passado.

Setorialmente podemos destacar o crescimento acumulado de 52,0% da fabricação de veículos automotores, o crescimento de 39,4% da fabricação de máquinas e equipamentos, o crescimento de 36,6% da fabricação de produtos têxteis e da confecção de artigos de vestuário e acessórios, o crescimento de 32,6% da fabricação de minerais não metálicos e o crescimento de 30,8% da fabricação de produtos diversos.

Dos raros resultados negativos, indicamos a queda de 5,2% na produção alimentar, a queda de 5,2% no setor manutenção, reparo e instalação de máquinas e equipamentos e a queda de 3,0% no setor de fabricação de sabões e detergentes.

Alcimar das Chagas Ribeiro
Sobre Alcimar das Chagas Ribeiro 1823 Artigos
Economista, mestrado e doutorado em Engenharia de Produção e Pós-doutorado em Economia. Professor da Universidade Estadual do Norte Fluminense Darcy Ribeiro - UENF

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*