A Região Norte Fluminense gerou 3,3 mil vagas de emprego formal em maio

Fonte: CAGED

O emprego formal apresentou um bom avanço na região Norte Fluminense em maio. Foram geradas 3.340 novas vagas de trabalho no mês, contra 844 vagas em abril. Campos dos Goytacazes se destacou com a geração de 1.488 vagas puxadas pelos setores agropecuária, serviços e indústria. São Francisco de Itabapoana gerou 1.009 vagas concentradas no setor agropecuária com participação relativa de 98,2% do total e Macaé gerou 600 novas vagas concentradas em 65,5% na construção civil.

No acumulado de janeiro a maio, Campos continua liderando o processo com 3.256 vagas criadas, seguido por Macaé com 2.645 vagas criadas e São Francisco de Itabapoana com 1.294 novas vagas criadas no ano. São João da Barra apresentou o pior resultado com a eliminação de 482 vagas de emprego no acumulado do ano.

Setorialmente, a agropecuária tem a liderança com 2.422 novas vagas de emprego geradas no ano, seguido pela construção civil com 1.869 vagas criadas, indústria com 888 vagas criadas, serviços com 778 vagas criadas e comércio com 756 vagas criadas no acumulado do ano.

O estado gerou 49.310 vagas de emprego no período acumulado, correspondentes a 4,0% do total de 1.233.372 vagas criadas no país em 2021.

Alcimar das Chagas Ribeiro
Sobre Alcimar das Chagas Ribeiro 1823 Artigos
Economista, mestrado e doutorado em Engenharia de Produção e Pós-doutorado em Economia. Professor da Universidade Estadual do Norte Fluminense Darcy Ribeiro - UENF

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*