Bacia de Campos dá sinais de declínio não observados pelos gestores públicos

Desvalorização do dólar, preço contido do barril de petróleo, associado a dificuldade produtiva da Bacia de Campos no mês de junho, derrubou a receita de royalties em agosto. A região Norte Fluminense arrecadou R$91,8 milhões com queda de 23,59% em relação ao mês anterior. Dentre os principais municípios produtores de petróleo da Bacia de Campos, São João da Barra teve um redução de 25,17%, Campos dos Goytacazes teve uma redução de 23,77% enquanto Macaé teve uma redução de 23,68% no mesmo período.

Na avaliação com agosto de 2014, podemos verificar um forte declínio relativo da arrecadação de royalties oriundo da Bacia de Campos. A região Norte Fluminense, com cinco municípios produtores de petróleo, apresentava uma participação de 41% da arrecadação total do estado do Rio de Janeiro em agosto de 2014, regredindo para 25,37% em agosto desse ano. A diferença observada pode ser creditada a evolução da redução do pré-sal na Bacia de Santos que beneficia Niterói e Maricá no mesmo estado.

Alcimar das Chagas Ribeiro
About Alcimar das Chagas Ribeiro 834 Articles
Economista, mestrado e doutorado em Engenharia de Produção e Pós-doutorado em Economia. Professor da Universidade Estadual do Norte Fluminense Darcy Ribeiro - UENF

Be the first to comment

Leave a Reply

Seu e-mail não será publicado.


*