Campos gera superávit fiscal em 2018, mas investimento é pífio.

A execução orçamentária de Campos dos Goytacazes fechou com superávit de 3,75% em 2018. As receitas correntes realizadas cresceram 21,91% nominalmente em relação a 2017, enquanto as despesas correntes cresceram 15,02% no mesmo período. A conta de pessoal e encargos cresceu 7,97% e outras despesas correntes cresceram 25,99% no mesmo período. A conta de custeio total (pessoal mais outras despesas correntes) que em 2017 representou 99,63% das receitas correntes, caiu para 94,06%, em função do aumento das receitas correntes, Entretanto o município apresentou dificuldade de investimento. Mesmo melhorando em relação a 2017, a taxa de investimento ficou em 1,31% das receita correntes, o que demonstra a ausência de projetos estruturantes. A visão de longo prazo não está presente em um contexto em que o município tem superavit de R$75,8 milhões e investimento de R$25,3 milhões em 2018.

Alcimar das Chagas Ribeiro
About Alcimar das Chagas Ribeiro 717 Articles
Economista, mestrado e doutorado em Engenharia de Produção e Pós-doutorado em Economia. Professor da Universidade Estadual do Norte Fluminense Darcy Ribeiro - UENF

Be the first to comment

Leave a Reply

Seu e-mail não será publicado.


*