Emprego no comércio em São João da Barra não reage

O comércio de São João da Barra não se beneficia dos investimentos realizados no porto do Açu, assim como das ações isoladas do governo. O município gerou um saldo de 14 vagas no primeiro trimestre desse ano, enquanto São Francisco de Itabapoana gerou 16 vagas no mesmo período. É importante lembrar as diferenças entre os dois municípios. São João da Barra, além de produtor de petróleo é sede do porto do Açu, enquanto São Francisco de Itabapoana é um município que vive da atividade agropecuária. A figura a seguir mostra a trajetória do emprego no comércio relativo ao primeiro trimestre de cada ano, no município, a partir de 2007.

Podemos observar uma trajetória de queda temporal no nível de emprego no comércio. No período analisado o ponto mais alto foi em 2008 quando foram gerados 23 vagas. Em 2011 foram geradas 21 vagas e em 2014 foram geradas 14 vagas. Depois de quedas acentuadas nos três anos seguintes, em 2018 o município voltou a gerar resultado positivo, porém no mesmo nível de de 2014.

Insisto que São João da Barra é um município com potencial turístico, porém não aproveitado. As ações pontuais na realização de eventos consomem recursos sem deixar benefícios para o município. O resultado do emprego no comércio é um indicador que não deixa dúvidas sobre a questão. Faltam bons disgnósticos, visão sistêmica e planejamento de negócios turísticos. Fica a dica!

Alcimar das Chagas Ribeiro
About Alcimar das Chagas Ribeiro 417 Articles
Economista, Mestre e Doutor em Engenharia de Produção. Professor da Universidade Estadual do Norte Fluminense

Be the first to comment

Leave a Reply

Seu e-mail não será publicado.


*