Industria cresce em outubro puxada pelo setor farmacêutico

A indústria geral no país cresceu 0,2% em outubro com base em setembro desse ano, segundo o IBGE. O grande destaque foi a fabricação de produtos farmoquímicos e farmacêuticos que cresceu 20,3% no mês. A fabricação de bebidas cresceu 4,8% e a fabricação de artigos de vestuário cresceu 4,3% no mesmo mês. Os resultados negativos ficaram por conta da fabricação de produtos alimentícios com queda de 5,7% e da fabricação de produtos de fumo com queda de 8,1 no mesmo período.

Na comparação entre os meses de outubro de 2017 e outubro de 2016, a indústria cresceu 5,3% liderado pela fabricação de veículos automotores com crescimento de 27,4%; pela fabricação de equipamentos de informática, produtos eletrônicos e ópticos com crescimento de 22% e pela fabricação de móveis com crescimento de 17,8% no mês. Os resultados negativos ocorreram na fabricação de impressão e reprodução de gravações com queda de 8,4% e por conta da fabricação de outros equipamentos de transporte exceto veículos automotivos com queda de 4,3%.

Finalmente a indústria geral no acumulado do ano de 2017 (janeiro a outubro) cresceu 1,9% puxada pela fabricação de produtos de fumo que cresceu 22,1% da fabricação de equipamentos de informática que cresceu 20,4% e da fabricação de veículos automotores que cresceu 16,1%. Contribuíram negativamente a fabricação de outros equipamentos de transporte com queda de 11,8% da fabricação de impressão e reprodução de gravação que caiu 10,1% e da fabricação de produtos farmoquímicos e farmacêuticos que caiu 7,4% no período.

Importante observar que o crescimento da indústria se deu em cima de uma base debilitada pela crise econômica e que os setores densos em tecnologia, voltado para o mercado externo, tem dado uma maior contribuição. A situação ainda é complexa.

Alcimar das Chagas Ribeiro
About Alcimar das Chagas Ribeiro 154 Articles
Economista, Mestre e Doutor em Engenharia de Produção. Professor da Universidade Estadual do Norte Fluminense

Be the first to comment

Leave a Reply

Seu e-mail não será publicado.


*