Movimento de exportação em São João da Barra e Itaguai

A fase de operação do porto do Açu, em São João da Barra, teve inicio na segunda metade de 2014 com a promessa do porto ser um grande exportador de minério de ferro. Em cinco anos, os números indicam que a promessa está longe de ser cumprida. O gráfico acima mostra a movimentação de exportação para o comércio exterior dos municípios de São João da Barra (sede do porto do Açu) e Itaguaí (sede do porto do mesmo nome).

No ano de 2014, o valor das exportações em São João da Barra foram equivalentes a 2,78% do valor exportado em Itaguaí. Dos US$32,9 milhões exportado por São João da Barra, 37,82% foram referentes a exportação de tubos flexíveis e 42,65% referentes a minério de ferro. Em 2015 as exportações em São João da Barra foram equivalentes a 53,19% das exportações de Itaguaí, cujo valor concentrou 87,87% em tubos flexíveis e somente 7,91% em minério de ferro. Em 2016 as exportações em São João da Barra superaram as exportações em Itaguaí, cuja distribuição concentrou 46,44% em tubos flexíveis, 22,62% em centrifugas e 12,52% em aparelhos e dispositivos. Nesse ano e nos seguintes não foram contabilizados valores de exportação de minério de ferro. Em 2017 a receita de exportação foi equivalente  a 35,62% da exportação de Itaguaí  e em 2018 (janeiro a junho), atingiu 12,54% da exportação em Itaguaí, com concentração no comércio de  tubos flexíveis.

Nesse ano, a licença concedida pelo órgão ambiental para o bombeamento de minério de ferro de Minas para o porto do Açu foi suspensa, devido ao rompimento da tubulação, por duas vezes, no estado de Minas Gerais. Entretanto, não foi esse o fato causador da baixa performance do porto do Açu. Outras questões tem impactado na baixa produtividade das operações portuárias em São João da Barra.

Os dado são do Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços (MDIC).

Alcimar das Chagas Ribeiro
About Alcimar das Chagas Ribeiro 417 Articles
Economista, Mestre e Doutor em Engenharia de Produção. Professor da Universidade Estadual do Norte Fluminense

Be the first to comment

Leave a Reply

Seu e-mail não será publicado.


*