O papel da merenda escolar na dinamização do setor agropecuário na região Norte Fluminense

Apoio a alimentação escolar na Educação Básica (PNAE) do Governo Federal
Apoio a alimentação escolar na Educação Básica (PNAE) do Governo Federal
O Programa Nacional de Alimentação Escolar foi criado com a finalidade de oferecer alimentação de qualidade aos estudantes da educação básica, além de estimular o fornecimento local da agricultura familiar. Uma estratégia fundamental que não avança. O governo Federal transfere recursos para os municípios que, em muitos casos, não são aplicados devidamente. O caso do aluno que desmaiou de fome no entorno de Brasilia chamou atenção para o problema.
No caso da região Norte Fluminense, os valores transferidos em 2016 e 2017 estão demonstrados na tabela acima.  Em 2016 foram transferidos para os nove municípios da região R$7.548.509,29 valor equivalente a 16,52% do total distribuído no estado. O município de Campos dos Goytacazes ficou com a maior fatia da região, ou seja, R$4.621.680,00 ou  61,22% do total distribuído aos nove municípios.
Diante desse quadro, pensar a economia regional pós petróleo exige, dentre outras questões, refletir sobre a problemática da merenda escolar. Essa questão nos remete a produção agropecuária, cooperação para viabilizar escala, tecnologia, logística e, fundamentalmente, a construção de cadeias com valorização dos produtos e melhoria de renda para os produtores rurais.
Alcimar das Chagas Ribeiro
About Alcimar das Chagas Ribeiro 274 Articles
Economista, Mestre e Doutor em Engenharia de Produção. Professor da Universidade Estadual do Norte Fluminense

Be the first to comment

Leave a Reply

Seu e-mail não será publicado.


*