Pecuária leiteira do estado do Rio de Janeiro declinou fortemente em 2017

A pecuária leiteira do estado do Rio de Janeiro apresentou uma forte involução em 2017 com base em 2014. Observando a taxa de evolução da produtividade (litros/vaca/ano) no período, somente quatro municípios, dentre os principais, apresentaram resultados positivos. São Fidélis apresentou o resultado mais expressivo, ou seja, crescimento de 84,9% no período analisado, seguido por Valença com crescimento de 18,38%, Cambuci com crescimento de 4,42% e Cantagalo com crescimento de 0,99% no mesmo período.

Apesar do expressivo avanço da taxa de produtividade de São Fidélis no período, a maior produtividade registrada em 2017 pertence ao município de Barra Mansa com 2.688,71 litros vaca, seguido por Rio Claro com 1.982,22 litros, Valença com produtividade de 1.544,75 litros, Cambuci com 1.533,47 litros, Santo Antônio de Pádua com 1.320 litros, Resende com 1.215 litros, São Fidélis com 1.210,08 litros e Campos com 1.080,01 litros.

Dentre os resultados negativos, o destaque ficou com Resende que viu a produtividade cair 35,45% em 2017 com base em 2014, Itaperuna com queda de 29,1% e Campos dos Goytacazes com queda de 6,8% no período.

Em termos de volume absoluto, os quatro principais municípios do estado na atividade pecuária de leite, são: Valença com produção de 32.707 mil litros ano e 21.173 vacas em 2017; Resende com  30.200 mil litros ano e 24.856 vacas; Campos dos Goytacazes com 25.876 litros ano e 23.959 vacas e Barra Mansa com 23.822 litros ano e 8.860 vacas em 2017. Não foi observado nesses municípios, uma variação muito acentuada nesses números no período.

Vale a pena chamar atenção nessa análise, a situação de São Francisco de Itabapoana. O município não foi relacionado porque o critério de divisão levou em consideração o volume de produção superior a 12.000 mil litros em 2017. São Francisco registrou 10.169 litros no ano. Entretanto o mesmo município produziu 42.000 mil litros de leite em 2014, ocupando o primeiro lugar no estado. Problemas relacionados a seca derrubaram a produtividade leiteira no município em 2017.

Alcimar das Chagas Ribeiro
About Alcimar das Chagas Ribeiro 741 Articles
Economista, mestrado e doutorado em Engenharia de Produção e Pós-doutorado em Economia. Professor da Universidade Estadual do Norte Fluminense Darcy Ribeiro - UENF

Be the first to comment

Leave a Reply

Seu e-mail não será publicado.


*