Região Norte Fluminense gera 889 empregos em julho

A divulgação do emprego formal em julho, na região Norte Fluminense, mostra o inicio da desaceleração do emprego no contexto do setor sucroalcooleiro. Na região, foram gerados 889 novos empregos no mês, puxados, basicamente, por Macaé e São João da Barra, em função do inicio do reaquecimento da atividade petrolífera e da fase de construção da termoelétrica no porto do Açu. Campos que vinha positivando emprego por conta da safra de cana-de-açúcar, inverteu o saldo, eliminando 404 empregos no mês. No acumulado de janeiro a julho, Campos lidera com um saldo de 2.824 empregos gerados no ano, seguido por São João da Barra com saldo 2.442 empregos e Macaé com saldo de 1.520 empregos gerados no ano.

Setorialmente pode-se observar a importância do setor de construção civil com 2.294 empregos gerados em São João da Barra, criação de 1.245 empregos em Macaé e criação de 122 vagas de emprego em Campos dos Goytacazes. O segundo setor de destaque é o de serviços, que gerou 1.456 vagas em Macaé, 684 vagas em Campos e 306 vagas em São João da Barra.

Complementarmente, o setor agropecuária continua positivo com 1.645 vagas criadas em Campos dos Goytacazes no ano, enquanto a industria de transformação gerou 732 vagas em Campos dos Goytacazes.

Alcimar das Chagas Ribeiro
About Alcimar das Chagas Ribeiro 834 Articles
Economista, mestrado e doutorado em Engenharia de Produção e Pós-doutorado em Economia. Professor da Universidade Estadual do Norte Fluminense Darcy Ribeiro - UENF

Be the first to comment

Leave a Reply

Seu e-mail não será publicado.


*