Setor sucroalcooleiro desacelera e elimina emprego em setembro na região Norte Fluminense

Desaceleração da atividade sucroalcooleira contribui fortemente para o resultado negativo do emprego formal em setembro na região Norte Fluminense. Foram eliminados 315 empregos, liderados por Campos dos Goytacazes com eliminação de 577 vagas e São Francisco de Itabapoana com eliminação de 266 vagas no mês. No acumulado do ano o saldo é positivo em 8.284 empregos criados, cuja liderança é São João da Barra com 3.110 empregos criados, seguido por Campos dos Goytacazes com 2.685 empregos e Macaé com 1.934 empregos no ano.

Na análise setorial, considerando os principais municípios de Campos, Macaé e São João da Barra, sobressai a construção civil com 3.964 vagas, onde São João da Barra lidera com 72,5% e Macaé com 23,1% do total. O setor de serviços vem a seguir com 3.120 vagas criadas no ano. Destas, Macaé foi responsável por 59,4% e Campos dos Goytacazes foi responsável por 28,6% do total. A agropecuária gerou 840 vagas concentradas em Campos dos Goytacazes. No comércio, somente Campos gerou 226 vagas no ano, assim como na indústria de transformação somente Campos gerou 558 empregos no ano.

O estado do Rio de Janeiro gerou 17.197 vagas, enquanto o país gerou 696.853 vagas de emprego em setembro.

Alcimar das Chagas Ribeiro
Sobre Alcimar das Chagas Ribeiro 916 Artigos
Economista, mestrado e doutorado em Engenharia de Produção e Pós-doutorado em Economia. Professor da Universidade Estadual do Norte Fluminense Darcy Ribeiro - UENF

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*