Síntese semanal: Investidores buscam proteção em dólar

A penúltima semana de março deixou marcas importantes. No âmbito externo, a preocupação com a queda do ritmo da economia global derrubou as principais bolsas de valores no mundo, enquanto no âmbito interno os ruídos políticos em torno da aprovação da reforma previdenciária foram acentuados. Esse quadro levou os investidores a buscar proteção no dólar que valorizou 2,9% na semana, acumulando uma valorização de 3,31% em março. Na mesma semana o preço do barril de petróleo caiu 0,65%, mas acumulou uma valorização de 2,92% no mês.

Já as taxas de juros de curto, praticadas no período de 28/02 a 08/03 de 2019 para pessoa jurídica, foram as seguintes: operação de desconto de duplicatas (Banco do Brasil 1,22% a.m.; Bradesco 1,23% a.m.; Santander 1,50% a.m.; Itaú 1,77% a.m. e CEF 2,76% a.m.). Operações de desconto de cheques(Santander 2,45% a.m.; Itaú 2,47% a.m.; Bradesco 2,66% a.m.; Banco do Brasil 2,69% a.m.; CEF 2,78% a.m.). Veja o gráfico a seguir:

Ficamos na expectativa que a última semana do mês possa trazer elementos pelos perturbador para minimizar a sensação de risco da semana que passou.

Alcimar das Chagas Ribeiro
About Alcimar das Chagas Ribeiro 717 Articles
Economista, mestrado e doutorado em Engenharia de Produção e Pós-doutorado em Economia. Professor da Universidade Estadual do Norte Fluminense Darcy Ribeiro - UENF

Be the first to comment

Leave a Reply

Seu e-mail não será publicado.


*